Endereço: Av. Pedro Basso, 472 - Centro. Ed. Ceaser Tower - Sala 301. Foz do Iguaçu - PR, 85863-756

Contatos: (45) 3577-3855 I (45) 991026162

© 2018 por Eridan R.M. Berté. 

25 de Março

Dia Mundial da Descoberta da Dupla Hélice de DNA

Em 1869 o bioquímico suíço Johann Friedrich Miescher (1844-1895) descobre o DNA, mas a estrutura tridimensional do DNA e sua configuração molecular foram descobertas por Francis Harry Compton Crick (físico pela University College, de Londres, Inglaterra) e James Dewey Watson (Ph.D. em zoologia pela Universidade de Indiana, em Bloomington, Estados Unidos) que se conheceram no ano de 1951, em Nápoles, sul da Itália, em um congresso internacional sobre a estrutura de moléculas encontradas em células vivas. Dois anos após essa parceria , Watson e Crick apresentaram uma das mais importantes descobertas das ciências biológicas, um modelo da dupla hélice para a molécula de DNA. Através de estudos de difração de raios X, Watson e Crick revelaram que a molécula de DNA é um composto formado por duas longas cadeias paralelas, constituídas por nucleotídeos dispostos em sequência, em hélice ao redor de um eixo imaginário, girando para a direita. Esse modelo lhes rendeu o Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia, tornando-os dois dos cientistas mais importantes da história moderna. Esta descoberta foi o início de um amplo avanço no diagnóstico de doenças genéticas e doenças raras, permitindo a introdução de diversas metodologias laboratoriais, tal como o Sequenciamento de Genes e painéis.

Em 25 de abril de 1953, Watson e Crick publicaram seus resultados em uma edição da revista científica Nature e com isso comemoramos o dia mundial da descoberta da dupla hélice de DNA nesta data!


Hoje é possível através da coleta da sua saliva conhecer seu perfil genético, e a predisposição para o desenvolvimento de distúrbios metabólicos, e risco potencial para desenvolver doenças. Como exemplo podemos citar o teste que analisa o polimorfismo conhecido como C825T presente no gene da Proteína G. Detecta a predisposição genética da mulher a ganho de peso significativo durante a gestação e após o parto. Há uma associação significante entre genótipo, ganho de peso durante a gestação e índice de massa corpórea pré-gestação. Mulheres homozigotas para alelo TT ganham mais peso que as portadoras do alelo C (CC e CT). O polimorfismo C825T está associado à obesidade, principalmente no aumento de peso durante a gestação.


Preditor mas não determinante, uma ferramenta para orientar hábitos de vida e alimentares para a melhor performance e saúde.


#nutriçãopersonalizada #nutriçãofuncional #dna #epigenética #nutrigenética.


Fonte: https://anaclingenetica.com.br/exame

0 visualização